Visibilidade organizacional nas redes sociais digitais: contexto, indícios e reflexões / Organizational media visibility: notes about the presence of the Federal University of Santa Maria on Facebook

Eugenia Mariano da Rocha Barichello, Daiane Scheid

Resumen


A proposta do artigo vincula-se à temática da visibilidade das organizações nas mídias digitais. Objetivamos, com o texto, refletir sobre a visibilidade das organizações nas mídias digitais, tanto em espaços mantidos pelas organizações, bem como na articulação com as mídias conhecidas como massivas, a exemplo dos jornais, que também estão presentes nas mídias digitais. A investigação contempla a aplicação das técnicas metodológicas pesquisa bibliográfica e observação encoberta e não participativa. Inicialmente, apresentamos a proposta da pesquisa. Imediatamente, a reflexão teórica que articula as noções e conceitos que movimentam o estudo. Em seguida, os procedimentos metodológicos, alguns dados coletados e, por fim, algumas considerações.

Abstract

The proposal of this article is linked to the issue of the visibility of organizations in a context of mediatization and digital social media. We aim to reflect on this theme and present data collected in an empirical research on the visibility of the Federal University of Santa Maria (UFSM) in the social networking site Facebook, as a way of allying some field data to the theoretical aspects. Empirical research contemplates the application of methodological techniques of covert/non-participatory and systematic observation. Initially, we presented the research proposal. Immediately we present the theoretical reflection that articulates the notions and concepts that move the study. Then, the methodological procedures, some data collected and, finally, some considerations. The results point to the dialogical character of the visibility in the digital social networks and to an organizational media visibility built in the articulation between the mass vehicles and the organizational vehicles, in various media spaces, with more or less action of the users. The observations in the field indicate to aspects little explored strategically with regard to the media visibility and the process of institutional legitimation.

 


Citas


BARICHELLO, E. M. M. R. (2014). Midiatização e cultura nas organizações da contemporaneidade: o processo de midiatização como matriz de práticas sociais. In: MARCHIORI, M. (org.) Contexto organizacional midiatizado. São Caetano do Sul, SP: Difusão Editora; Rio de Janeiro: Editora Senas.

BARICHELLO, E. M. M. R. (2009). Apontamentos sobre as estratégias de comunicação mediadas por computador nas organizações contemporâneas. In: Relações Públicas: história, teorias e estratégias nas organizações contemporâneas. Margarida M. Krohling Kunsch (org) São Paulo: Saraiva.

BERGER, P.; LUCKMANN, T. (1996). A construção social da realidade. Petrópolis: Vozes.

DE KERKOV, D. (2012). Uma question epistemológica. In: VIZER, E. Lo que Mcluhan no predijo. Buenos Ayres: La Crujía.

FAUSTO NETO, A. (2008). Fragmentos de uma ‘analítica’ da midiatização. Revista Matrizes. N.2, 89-105.

FOUCAULT, M. (1987). Vigiar e punir. Petrópolis: Vozes.

GIL, A. C. (2007). Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 5.ed. São Paulo: Atlas.

HERRING, S. C. (1996) Computer-Mediated Communication: Linguistic, social and cross-cultural perspectives. Amsterdam: John Benjamins Publishing Co.

HJARVARD, S. (2012) Midiatização: teorizando a mídia como agente de mudança social e cultural. Revista Matrizes. N.5, 53-91.

JOHNSON, T. (2010). Pesquisa social mediada por computador: Questões, metodologia e técnicas qualitativas. Editora E-papers.

MAIA, R. C. M. (2004). Dos dilemas da visibilidade midiática para deliberação política. In: LEMOS, A. et al.(orgs.). Livro da XII Compós: Mídia.br. Porto Alegre: Sulina.

MCLUHAN, H. M. (1969) O meio é a mensagem. São Paulo: Record. Tradução: Ivan Pedro de Martins.

OLIVEIRA, I. L. e PAULA, M. A. (2007) O que é comunicação estratégica nas organizações. São Paulo: Paulus.

OLIVEIRA, M. M. (2012). Como Fazer Pesquisa Qualitativa. Petrópolis, RJ: Vozes.

RECUERO, R. (2010). Redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulina.

SODRÉ, M. (2007). Sobre a episteme comunicacional. Revista Matrizes. N.1, 15 - 26.

STRATE, L. (2004). A Media Ecology Review. Communication Research Trends. N.2.

TERRA, C. F. (2011). Mídias sociais...e agora? São Caetano do Sul, SP: Difusão Editora; Rio de Janeiro: Editora Senac Rio.

TIRONI, E.; CAVALLO, A. (2006). Comunicación Estratégica: Vivir em um mundo de señales. Chile: Taurus.

THOMPSON, J. B. (2008). A nova visibilidade. Revista Matrizes, N.2.


Texto completo: VER PDF

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.


Creative Commons License
Este trabajo está licenciado bajo la licencia Creative Commons Attribution 3.0 .

Revista incluida en Emerging Source Citation Index (ESCI - Thomson Reuters), ERIH PLUS, Catálogo Latindex, Dulcinea, e-Revistas, DICE, RESH, CIRC, ISOC, Dialnet, ULRICH, EBSCO, DOAJ, REBIUN, MIAR

ISSN: 2174-3681

Prefijo DOI: 10.5783

Miembro de CrossRef