As ‘Ouvidorias’ virtuais em Hospitais Universitários Brasileiros e Espanhóis / Online “Complaint Departments” in Brazilian and Spanish University Hospitals

Cleusa Maria Andrade Scroferneker, Lidiane Ramirez Amorim, Rebeca Gomes Escobar

Resumen


O artigo propõe, a partir da análise comparativa dos resultados da pesquisa realizada junto a Hospitais Universitários Brasileiros e Espanhóis, discutir sobre a relevância das ‘ouvidorias’ virtuais como espaço de interlocução, como lugar de comunicação, tendo o Paradigma da Complexidade (MORIN, 2005, 2001) como opção de Método. Os procedimentos metodológicos envolvem levantamento bibliográfico, acompanhamento e análise mensal dos sites/portais dos Hospitais em relação à nomenclatura de ‘ouvidorias’ virtuais, acessibilidade, formas de contato, presença [ou não] de mídias sociais. Trata-se de um recorte de uma pesquisa mais ampla que conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico/ CNPq e da Universidade.

Citas


LIVROS E CAPÍTULOS DE LIVRO

BAITELLO, N. (2005). A era da iconofagia: Ensaios de comunicação e cultura. São Paulo: Hacker Editores.

GABRIEL, M. (2010). Marketing na era digital. Conceitos, plataformas e estratégias. São Paulo: Novatec Editora.

MARCONDES FILHO, C. (2008). Para entender a comunicação: Contatos antecipados com a nova teoria. São Paulo: Paulus.

MORIN, Edgar.(2005). O Método 5: humanidade da humanidade, Trad. Juremir Machado da Silva. Porto Alegre: Sulina.

MORIN, Edgar(2001). Introdução ao Pensamento Complexo. 3. ed. Trad. Dulce Matos. Lisboa: Instituto Piaget.

NIELSEN, J. e LORANGER, H (2007). Usabilidade na Web: projetando Websites com qualidade. Trad. Edson Furmankiewicz e Carlos Schafranski. 5ª Impressão. Rio de Janeiro: Elsevier.

PRIMO, A. (2011). Interação mediada por computador: comunicação, cibercultura, cognição. 3ª edição. Porto Alegre: Sulina.

RECUERO, R. (2012). A conversação em rede: comunicação mediada pelo computador e redes sociais na internet. Porto Alegre: Editora Sulina.

SANTAELLA, L. e LEMOS, R. (2010). Redes sociais digitais: a cognição conectiva do Twitter. São Paulo: Paulus.

SANTAELLA, L. (2004). Navegar no ciberespaço: perfil cognitivo do leitor imersivo. São Paulo: Paulus.

RECUERO, R. (2009). Redes sociais na internet. Porto Alegre: Editora Sulina.

TELLES, A. (2011). A revolução das Mídias Sociais: cases, conceitos, dicas e ferramentas. São Paulo: M. Books do Brasil Editora Ltda.

WOLTON, D.(2010). Informar não é comunicar. Trad. Juremir Machado da Silva. Porto Alegre: Editora Sulina.

WOLTON, D. (2007). Internet, e depois? Uma teoria crítica das novas mídias. 2ª Ed. Trad. Isabel Crossetti. (Coleção Cibercultura). Porto Alegre: Sulina.

Capítulos de livros:

BUENO, W. da C. Entendendo e monitorando as redes sociais (2011). In: Bueno, W. da C. (Org.) Comunicação empresarial: leituras contemporâneas. São Paulo: All Print Editora.

PRIMO, Alex 2013). Interações mediadas e remediadas: controvérsias entre as utopias da cibercultura e a grande indústria midiática. In: PRIMO, Alex (Org.) Interações em rede. Porto Alegre: Editora Sulina

RECUERO, R. (2013). Atos de ameaça à face e á conversação em redes sociais na internet. In: PRIMO, Alex (Org.) Interações em rede. Porto Alegre: Editora Sulina.

SANTAELLA, L. (2013). Intersubjetividade nas redes digitais: repercussões na educação. In: PRIMO, Alex (Org.) Interações em rede. Porto Alegre: Editora Sulina.

SILVA, D.W.da. (2012). As Mídias Sociais no contexto da comunicação digital nas Universidades Brasileiras. Dissertação apresentada no Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social/Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS

IASBECK, L. C. A. (2010). Ouvidoria é comunicação. In: Revista Organicom. Ouvidoria e Comunicação. Revista Brasileira de Comunicação Organizacional e Relações Públicas. PPGCOM/ECA-USP: São Paulo, Ano 7, Número 12, 1º semestre/2010).

SCROFERNEKER, CMA (2010). As ‘Ouvidorias’ virtuais em Instituições de Ensino Superior. In: REVISTA ORGANICOM. Ouvidoria e Comunicação. Revista Brasileira de Comunicação Organizacional e Relações Públicas. PPGCOM/ECA-USP: São Paulo, Ano 7, Número 12, 1º semestre.

MEIOS ELETRÔNICOS

IASBECK, L.C.A. (2010). Ouvidoria é comunicação. ORGANICOM. Ouvidoria e Comunicação. Acesso em 12 de março de 2013, de http://revistaorganicom.org.br/sistema/index.php/organicom/issue/view/14

SCROFERNEKER, C.M.A, AMORIM, L.A., SOUZA, L.R. L.L, FONTOURA, F.B. (2012). Entre o Discurso e a Prática: as ouvidorias virtuais dos Hospitais Universitários Brasileiros. Anais do XI Congresso Latinoamericano de Comunicação. Montevideo: Alaic. Acesso em 26 de agosto de 2013

http://alaic2012.comunicacion.edu.uy/sites/default/files/texto_alaic_20121_cleusa.pdf.

SCROFERNEKER, C.M.A, AMORIM, L.R. e SILVA, D.W.de. (2011). Redes sociais: ‘novas’ modalidades de ‘ouvidorias’ virtuais, Anais do XXXIV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação [recurso eletrônico]. São Paulo: Intercom. Acesso em 26 de agosto de 2013

http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2011/resumos/R6-2149-1.pdf

SCROFERNEKER, C.M.A. (2010). (RE) Visitando as ‘ouvidorias’ virtuais em Instituições de Ensino Superior. Anais do XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação [recurso eletrônico]. São Paulo: Intercom. Acesso em 26 de agosto de 2013

http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2010/resumos/R5-2957-1.pdf

SCROFERNEKER, C.M.A (2008). As ouvidorias virtuais em Instituições de Ensino Superior. Intercom. Natal, RN. Anais do XXXI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação [recurso eletrônico]. São Paulo: Intercom. Acesso em 26 de agosto de 2013

SCROFERNEKER, C.M.A (2007). A interatividade (im)possível: as Relações Públicas e a gestão dos blogs organizacionais. Intercom. Santos, SP. Anais do XXX Congresso Bra-sileiro de Ciências da Comunicação. São Paulo: Intercom. Acesso em 26 de agosto de 2013.

http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2007/resumos/R1055-1.pdf

TERRA, Carolina Frazon (2011). O que as organizações precisam fazer para serem bem vistas nas mídias sociais sob a ótica da comunicação organizacional e das relações públicas. In: V Congresso Científico de Comunicação Organizacional e Relações Públicas ABRAPCORP, São Paulo, 2011. Acesso em: 26 de agosto de 2013


Texto completo: VER TEXTO

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.


Creative Commons License
Este trabajo está licenciado bajo la licencia Creative Commons Attribution 3.0 .

Revista incluida en Emerging Source Citation Index (ESCI - Thomson Reuters), ERIH PLUS, Catálogo Latindex, Dulcinea, e-Revistas, DICE, RESH, CIRC, ISOC, Dialnet, ULRICH, EBSCO, DOAJ, REBIUN, MIAR

ISSN: 2174-3681

Prefijo DOI: 10.5783

Miembro de CrossRef