Apontamentos críticos dos modelos de Relações Públicas excelentes no maior acidente ambiental do Brasil/Critical notes of excellent Public Relations models in Brazil's biggest environmental disaster

Fábia Pereira Lima

Resumen


O presente artigo tem como objetivo refletir de maneira crítica sobre o modelo ideal normativo hegemônico das Relações Públicas, o simétrico de mão dupla, proposto por Grunig e Hunt (1984), buscando observar em que medida tal modelo tem sido utilizado para legitimar ações de comunicação organizacional de uma empresa de mineração atuante no Estado de Minas Gerais, escamoteando as forças persuasivas, as assimetrias e os jogos de coerção que fazem parte de suas práticas. Como objeto empírico será utilizado o caso do maior acidente ambiental do Brasil, originado com o rompimento de uma das barragens de rejeitos (Fundão) da Samarco Mineração S.A., ocorrido em 5 de novembro de 2015 no município de Mariana, Estado de Minas Gerais. Este acontecimento afetou uma enorme região às margens do Rio Doce, ocasionando impactos pessoais, sociais, ambientais e econômicos, evidenciando questões fundamentais à prática das Relações Públicas e da comunicação no contexto organizacional contemporâneo.

Texto completo: VER PDF

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.


Creative Commons License
Este trabajo está licenciado bajo la licencia Creative Commons Attribution 3.0 .

Revista incluida en Emerging Source Citation Index (ESCI - Thomson Reuters), ERIH PLUS, Catálogo Latindex, Dulcinea, e-Revistas, DICE, RESH, CIRC, ISOC, Dialnet, ULRICH, EBSCO, DOAJ, REBIUN, MIAR

ISSN: 2174-3681

Prefijo DOI: 10.5783

Miembro de CrossRef